@2017 por Laura Ayres. 

May 15, 2017

Please reload

Posts Recentes

Como curar o mundo com uma criança de cada vez.

April 8, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

O que é uma doula e o que ela faz?

03/05/2017

 

O que é uma doula?

 

A doula é uma profissional especialmente treinada, com experiência em partos, cuja função é prover suporte físico, emocional e informacional à mulher e sua família durante a gestação, parto e pós-parto.

 

Atualmente a atuação das doulas é reconhecida e recomendada pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde.

 

Originalmente a palavra doula vem do grego e significa “mulher que serve”. Mas em diversas culturas e sob diversos formas e nomes encontramos registros dessas mulheres que auxiliavam outras em um dos momentos mais importantes de suas vidas. Geralmente eram mulheres mais experientes que já haviam tido filhos, e podiam ser curandeiras, irmãs, mães, avós ou vizinhas.

 

Conforme o parto foi passando de um ambiente familiar para um hospitalar, acabamos perdendo esse contato e apoio entre mulheres. Novos papéis apareceram para prestar assistência à mulher, cada qual com suas funções bem definidas. O médico se ocupa com os aspectos técnicos do parto, avaliação e procedimentos; as enfermeiras passam de leito em leito em intervalos de tempo se ocupando em checar o andamento do processo de parto de cada mulher; a auxiliar de enfermagem se encarrega de que nada falte ao médico ou à enfeira; o anestesista aplica o medicamento para aliviar as dores das contrações uterinas; e o pediatra se encarrega do bebê.

 

Mas apesar de toda a especialização algo muito importante foi deixado para trás, que é justamente a preocupação em relação ao bem estar físico e emocional daquela mãe, e a visão de que o parto não é apenas o evento biológico do nascimento do bebê, mas também um marco importante de transformação a nível físico, psico-emocional, espiritual e social, capaz de deixar marcas profundas que influenciam no decorrer da vida tanto da mulher quanto de seu bebê. É justamente neste ponto que a doula entra e exerce sua função.

 

O que a doula faz?

 

Na prática são muitas as funções da doula.

 

Antes do parto:

 

  • orienta a mulher ou o casal sobre qual o tipo de parto que poderá atender melhor suas expectativas 

  • explica os procedimentos médicos mais comuns que podem acontecer durante o parto

  • elabora o plano de parto junto com os pais 

  • aponta o que esperar no parto e pós-parto

  • esclarece dúvidas e ajuda a lidar com medos

  • prepara e traz confiança à mulher.

 

Durante o parto:

 

  • é a ponte que liga os pais à equipe técnica, oferecendo e traduzindo informações e termos técnicos muitas vezes complicados para leigos

  • zela para que o plano de parto que a parturiente escolheu seja respeitado 

  • cuida da manutenção do ambiente para que este seja tranquilo e acolhedor, com silêncio e privacidade

  • oferece suporte emocional através de sua presença, carinho, disposição, paciência, palavras de encorajamento, e sua total certeza da capacidade da mãe em parir seu bebê

  • oferece suporte físico através de diversos recursos não farmacológicos para alívio da dor, tais como: orientação de movimentos e posições mais funcionais e confortáveis à mulher, massagem, compressas, banho, relaxamento, respiração, e se capacitada também pode lançar mão de ferramentas como acupuntura, fitoterapia, aromaterapia, terapia floral, cromoterapia, etc.

 

Muitas vezes a doula também acaba dando suporte para o pai ou acompanhante da mulher, estimulando sua participação em todo o processo, orientando sobre o que ele pode fazer para ajudar, esclarecendo dúvidas e dando suporte emocional, pois para ele essa também é uma experiência bastante intensa.

 

É muito importante salientar que a doula não substitui outros profissionais como obstetras, obstetrizes ou enfermeiras, e tão pouco deve realizar os procedimentos técnicos reservados a estes. Também não cabe a ela discutir e questionar procedimentos ou decisões que a equipe decidiu tomar, isso cabe apenas aos pais.

 

Após o parto: 

 

  • a doula visita a família, seja em casa ou no hospital, para saber como foi a experiência do nascimento e se todos estão bem

  • ajuda o casal a lidar melhor com a transição de estilo de vida com a chegada do bebê em casa

  • oferece orientação em relação à amamentação e aos cuidados com o bebê.

 

Quais as vantagens de se ter uma doula?

 

Ter uma doula é ter a certeza de estar sendo acompanhada por uma profissional comprometida com a mulher, sua saúde, segurança, integridade e direito de escolha. Dentre outras coisas, pesquisas feitas no exterior têm mostrado que a atuação da doula no parto pode:

 

  • diminuir em 50% as taxas de cesárea

  • diminuir em 20% a duração do trabalho de parto

  • diminuir em 60% os pedidos de anestesia

  • diminuir em 40% o uso da oxitocina

  • diminuir em 40% o uso de forceps.

 

(Klaus et al 1986, Hodnett e Osborn 1989, Hemminki et al 1990, Horfmeyr et al 1991).

 

O que é importante para ser uma doula?

 

Não é necessário ter formação na área da saúde, ser mãe ou ter tido um parto normal para ser uma doula, embora esses fatores possam acrescentar muito ao  trabalho, mas é necessário capacitar-se e estar sempre estudando e atualizando seus conhecimentos. Para quem aspira se tornar uma doula é muito importante refletir qual a sua motivação e se esta é realmente uma vocação, pois este é um trabalho difícil, que demanda muito esforço do corpo e da mente, cem horários ingratos, cargas horárias extensas, e sempre imprevisível. Mas se esta for mesmo sua vocação, com certeza também será um trabalho extremamente gratificante!!!

 

 

 

 

Compartilhe
Please reload

Siga